Distância

distância 11,0km

Duração

duração 4:00h

Percurso

tipo de percurso circular

Dificuldade

grau de dificuldade algo difícil

Desnível acumulado

desnível acumulado 283m

Altitude máxima

altitude máxima 343m

Altitude mínima

altitude mínima 157m

ligar / desligar camadas no mapa

Balizas de Socorro
Alertas
O que visitar

legenda

tipos de baliza de socorro:

meios terrestres

por meios aéreos

tipos de percursos:

percurso socorro meios 4x4

percurso socorro a pé

PONTO GEOCACHING - INICIO/FIM PR5

(proximidades)

GC3VETA-Escola Primária - QXP

GC8RN8R-#1 PR5-MAC - SOS1 - MEIOS TERRESTRES


Percurso Homologado - Federação Campismo e Montanhismo de Portugal

Percurso

O seu acentuado pendor rural, o património existente ao longo de todo o percurso e a biodiversidade que ostenta em toda a sua extensão fazem da Rota da Queixoperra uma caminhada particularmente agradável. Além das diversas fontes e nascentes, ribeiras e paisagens com vistas desafogadas, as azenhas do Poço das Talhas justificam, por si só, este passeio.

Enquadrada na União Freguesias de Mação, Aboboreira e Penhascoso, há redes móveis disponíveis em toda a rota, além de um plano de emergência e resgate, com a marcação de balizas de socorro (SOS) devidamente identificadas, garantindo assim a segurança do pedestrianista.



Património Natural

Por entre vales e serras podemos encontrar alguns exemplares de uma pequena árvore já rara no concelho, a cornalheira, e também observar sobreiros e medronheiros, entre outras espécies nativas, enquanto que nas margens das ribeiras crescem arbustos como gilbardeiras e heras. Por outro lado, nas zonas de pinhal, encontramos o tojo, a carqueja ou murta. Águias como a calçada ou a águia-de-asa-redonda, ou ainda papa-figos que por aqui nidificam nas estações quentes, são avistados com frequência nesta zona pelos caminhantes. Na verdade, muitas são as espécies de animais, incluindo insectos, que habitam esta região. Realçamos, por exemplo, a borboleta do medronheiro ou a borboleta-maravilha, entre muitas outras espécies.



Património Cultural

Ao nível do património construído, destaca-se a Travessa do Encalhão, a fazer lembrar as ruelas das famosas aldeias de xisto, a zona do Poço das Talhas, as antigas azenhas zelosamente recuperadas e onde hoje é de nosso possível assistir à moagem de cereais, a pequena barragem do Cabril, a antiga Fonte de Mergulho e a Fonte do Ribeiro, entre outros.

Além do extenso património existente na Rota da Queixoperra, é possível observar diferentes tipologias de paisagens e diversos ecossistemas típicos desta zona geográfica. Por fim, salientamos ainda a existência de uma geologia diversa, com especial destaque para as Marmitas das Azenhas (geossítio) e para as pistas de fósseis na Serra do Carvalhal.

PONTO DE PARTIDA:

LARGO DO CENTRO RECREATIVO E CULTURAL DE QUEIXOPERRA

N 39º 33' 11.279'' W 8º 4' 24.600''

PONTO DE CHEGADA:

LARGO DO CENTRO RECREATIVO E CULTURAL DE QUEIXOPERRA

N 39º 33' 11.279'' W 8º 4' 24.600''

ÉPOCA DO ANO ACONSELHADA: PRIMAVERA, VERÃO, OUTONO

Fundo dos links relacionados