Distância

distância 17,0km

Duração

duração 6:00h

Percurso

tipo de percurso circular

Dificuldade

grau de dificuldade algo difícil

Desnível acumulado

desnível acumulado 393m

Altitude máxima

altitude máxima 478m

Altitude mínima

altitude mínima 281m

ligar / desligar camadas no mapa

Balizas de Socorro
Alertas
O que visitar

legenda

tipos de baliza de socorro:

meios terrestres

por meios aéreos

tipos de percursos:

percurso socorro meios 4x4

percurso socorro a pé

PERCURSO NÃO HOMOLOGADO - NÃO MARCADO

2022 (2º sem)

Percurso

Com início e fim no mesmo local, este trilho circular engloba grande parte da freguesia que lhe dá o nome. Trata-se de um itinerário rural com vários séculos de história e enorme riqueza cultural e geológica.

O famoso Poço Mourão, lugar de visita obrigatória, sobretudo na época das chuvas, será para muitos o ex-libris desta rota, mas há muito mais para descobrir, a começar desde logo pela Serra da Amêndoa e pelas quase duas dezenas de aldeias que se espalham à sua volta.

Com quase 40 km2 de área, a freguesia da Amêndoa apresenta uma biodiversidade singular e um convite irrecusável para um passeio demorado pelas ancestrais Terras de Amíndula.

Património Natural

Com o pinheiro-bravo a dominar boa parte da paisagem natural desta região, a que se juntam espécies como o eucalipto e as acácias, sobrevivem ainda por aqui alguns sobreiros e medronheiros, além de estevas e arbustos como as urzes, as carquejas, lentiscos e até mesmo a invulgar erva-das-sete-sangrias com as suas flores azuis. Dependendo da altura do ano, podemos encontrar também várias espécies de bolbos, orquídeas selvagens, pútegas e sargaços.

Quanto à fauna local, o pedestrianista poderá ser surpreendido por espécies como a raposa-vermelha, a águia-calçada, o texugo, o pombo torcaz, a borboleta pandora e a borboleta azul comum, a cotovia arbórea, a andorinha das rochas, a toutinegra do mato e, no que diz respeito a anfíbios, com a salamandra-de-fogo.

Património Cultural

Com um vasto património histórico-cultural, onde se sente a harmonia entre a Terra e o Homem desde tempos ancestrais, a Rota da Amêndoa transporta o caminhante para outras épocas e vivências, remontando algumas à Idade do Ferro. É disso exemplo o Castro de São Miguel, cujos vestígios chegaram aos nossos dias e são hoje património inestimável.

Neste percurso há ainda a destacar a torre sineira da Igreja de Nossa Senhora da Conceição e o Cruzeiro, ambos na localidade da Amêndoa, a capela de Santo Isidro em Chão de Lopes, o forno comunitário da aldeia de Monte Fundeiro, a capela de Martinzes e a impressionante mina de água em Pé da Serra.

Neste território de múltiplas vias romanas, salientamos ainda dois miradouros admiráveis, um deles batizado de Terras de Amindula, devidamente assinalados durante o trilho.

PONTO DE PARTIDA:

LARGO DA IGREJA

N 39º 39' 31.831'' W 8º 4' 0.980''

PONTO DE CHEGADA:

LARGO DA IGREJA

N 39º 39' 31.831'' W 8º 4' 0.980''

ÉPOCA DO ANO ACONSELHADA: PRIMAVERA, VERÃO, OUTONO

Fundo dos links relacionados